Low Poo: o que é e como fazer

capa3

A técnica capilar do Low Poo consiste, basicamente, em diminuir a frequência de uso do shampoo. A intenção é deixar os cabelos mais bonitos e sedosos, visto que o uso excessivo desse produto pode causar ressecamento e opacidade aos fios. Além disso, são utilizados nas lavagens shampoos menos agressivos, sem os chamados “sulfatos pesados”, pois esses componentes podem ser muito prejudiciais ao cabelo.

lowpoo2

Então é só lavar o cabelo menos vezes na semana?

É mais ou menos por aí. Acontece que os shampoos sem sulfato (que são permitidos no Low Poo) não retiram certas substâncias que são comuns na maioria dos cosméticos do mercado: os petrolatos. E você não vai querer que eles fiquem no seu cabelo, pois isso também vai deixar seus fios opacos e sem vida. Por isso, ao aderir ao método Low Poo é preciso diminuir a frequência de uso do shampoo, usar shampoo sem sulfato e usar condicionadores, máscaras e finalizadores que não contenham petrolatos, ou seja, que sejam liberados para o método Low Poo.

Como fazer Low Poo

Primeiro você terá que ver quais dos produtos que já possui são permitidos para o Low Poo. O shampoo não deve conter sulfatos e os demais produtos não podem conter petrolatos. Se não tiver nenhum produto permitido você pode comprar um kit básico, composto de: 1 shampoo sem sulfato, 1 condicionador bem hidratante e 1 creme para pentear, esses dois últimos sem petrolatos.

Antes de começar a cuidar dos cabelos com Low Poo você vai precisar fazer uma última lavagem com um shampoo normal com sulfato, pois apenas ele será capaz de retirar componentes proibidos que já estão nos fios. Após essa última lavagem com shampoo proibido, você deve usar apenas produtos liberados. A partir desse momento você usará máscaras, condicionadores, finalizadores e o que mais for no cabelo liberados para Low Poo.

Outra coisa de nova na rotina será o shampoo liberado. Os shampoos sem sulfato não fazem tanta espuma quanto os shampoos comuns. Isso é normal, pois são mais suaves, mas limpam muito bem os cabelos. O segredo na lavagem com esses shampoos está em concentrar a massagem com as pontas dos dedos no couro cabeludo, com bastante carinho e amor-próprio mesmo. Feeling yourself.

É também muito importante lembrar da filosofia do Low Poo: menos é mais, e o “mais” nesse caso é shampoo mesmo. Por isso, não basta trocar todos os produtos e continuar lavando o cabelo todo dia. A frequência de uso do shampoo sem sulfato vai de cabelo para cabelo, mas uma boa média é 1 vez por semana, intercalando com o co-wash (lavagem com condicionador) nos dias restantes da semana, se você sentir necessidade.

lowpoo

Como identificar componentes proibidos para Low Poo nas fórmulas

No método do Low Poo os grandes vilões são os sulfatos e petrolatos. Os silicones, sejam ele solúveis ou insolúveis, são permitidos aqui, pois se não forem embora com a água (solúveis) vão embora com o uso do shampoo sem sulfato (insolúveis).

Pra você também conseguir identificar os proibidos nos rótulos, aí vai a lista dos componentes que não podem estar presentes na composição do seu produto para Low Poo.

lowpoo3

Começou o Low Poo depois de ler esse post? Me conta aqui nos comentários como vai a experiência e pode mandar as dúvidas também!

Saiba mais

Como surgiram o Low Poo e o No Poo

capa2

O Low e o No Poo foram técnicas nascidas a partir do Manual da Garota Cacheada escrito pela cabeleireira britânica Lorraine Massey.

livros

O começo de tudo

Os cabelos lisos são os preferidos pela nossa sociedade, logo, o mercado é voltado para eles, fazendo com que os produtos e cuidados capilares sejam focados nesse tipo de cabelo. Lorraine, uma mulher cacheada frustrada com o fato de não ser ensinada, nem mesmo nas escolas e salões de beleza em que aprendeu sua profissão, a cuidar dos cabelos com curvas, como os dela, começou a estudar e fazer testes em seu próprio cabelo, desenvolvendo as técnicas das quais fala no livro.

Lorraine-Massey-Devachan-Salon

A cabeleireira percebeu que diminuindo a frequência do uso de shampoo seus cabelos ficavam muito mais bonitos e saudáveis. Além disso, ela desenvolveu diversas receitas naturais e elencou uma série de componentes que não se pode usar, se você decidir abolir os sulfatos.

Em seu livro Lorraine explica que o benefício que os cabelos com curvas obtém com o não uso de sulfatos é uma simples questão de Física: graças justamente ~às voltas que o cabelo dá~ os óleos produzidos naturalmente pelo couro cabeludo, e que ajudam a deixar os cabelos bonitos e hidratados, tem um duplo (triplo, quadruplo) trabalho para chegar até as pontas, por isso retirar todos esses óleos do couro cabeludo e dos cabelos com o shampoo com sulfato (detergente) é ressecar os fios ondulados, cacheados e crespos na certa.

oleosidade

Além disso, no Manual da Garota Cacheada a cabeleireira dá diversas dicas de cuidados especiais para os cabelos com curvas, muitas das quais usamos hoje e são frequentemente discutidas nas rodas de Low e No Poo. O livro, lançado há quase 20 anos, se tornou de fato importante guia para os cuidados desse tipo de cabelo e possibilitou que Lorraine, que possuia um salão especializado em cachos ao lado de seu sócio brasileiro Dênis da Silva, criasse uma linha de produtos capilares exclusiva baseada no uso de componentes que defende em seu livro: a linha Deva Curl.

Atualmente

Como falei no post “O que são o Low Poo e No Poo”, apesar dessa forma de cuidar dos cabelos ter sido criada por Lorraine Massey especialmente para os cabelos com curvas, atualmente ela é usada por pessoas com os mais variados tipos de cabelos, que conseguem obter benefícios e um cabelo mais bonito e saudável.

Quer saber o que é como fazer o Low Poo ou o No Poo? Fica ligadinha que esses serão os próximos posts!

Saiba mais